FLF CONNECT     PortugueseEnglishSpanish

Núcleo de Acessibilidade e Inclusão

Nesse período de pandemia faz-se necessário um olhar e cuidado diferenciados para com os alunos e funcionários da FLF.
Frente a esse novo cenário, o atendimento do Núcleo de Acessibilidade e Inclusão (NAI) podem ser agendados através do site.

Núcleo de Acessibilidade e Inclusão

Criado em novembro de 2014, o Núcleo de Acessibilidade e Inclusão da Faculdade Luciano Feijão visa atender à orientação do Ministério da Educação (MEC) às instituições de ensino superior quanto à organização de propostas e ações institucionais que viabilizem o acesso e a permanência de estudantes com deficiência e/ou mobilidade reduzida em âmbito acadêmico e, consequentemente, a participação e o desenvolvimento acadêmico e social destes estudantes. Nesta perspectiva, as ações do núcleo preveem a remoção de possíveis barreiras arquitetônicas, pedagógicas, atitudinais e de comunicação que constituem obstáculos à plena inserção social e educacional destes estudantes.
A inclusão de estudantes com deficiência e/ou mobilidade reduzida no contexto educacional já é uma realidade nas instituições de ensino brasileiras, o que pode ser entendido como um esforço social legítimo de consolidação do paradigma educacional inclusivo. O acesso das pessoas com deficiência à educação superior vem sendo ampliado significativamente nos últimos 11 anos. Não obstante, reconhecemos que o acesso dos alunos com deficiência ao ensino superior (IES) não traduz genuinamente a realidade da inclusão em nosso país, quando tomado isoladamente ou na ausência de ações afirmativas que assegurem também a permanência destes alunos nas instituições de ensino superior (IES).

Desta feita, pensar as instituições de ensino, inclusive as IES, como espaços inclusivos significa considerá-las em suas dimensões políticas, pedagógicas, institucionais e culturais. Pensar, elaborar e consolidar políticas institucionais de acessibilidade, para além de adequações arquitetônicas, consiste em construir uma cultura institucional inclusiva que acolha estudantes, profissionais e comunidade acadêmica independente de suas características e limitações físicas, cognitivas e socioemocionais.
Isto posto, dentre as propostas do Núcleo de Acessibilidade e Inclusão pretendemos desenvolver ações afirmativas e programas de sensibilização de toda a comunidade acadêmica, bem como a oferta de suporte aos discentes, docentes e funcionários da instituição para a concretização de práticas educacionais e sociais inclusivas no cotidiano da instituição.
Consciente do desafio que perpassa o processo de transformação de concepções socialmente e historicamente construídas e enraizadas a respeito das pessoas com deficiência, que as relega à exclusão e marginalização, a Faculdade Luciano Feijão  dispõe-se a contribuir na luta pela construção de uma Educação para todos, legitimamente mais humana, justa e democrática, unindo-se aos que consideram a convivência na diversidade como fator enriquecedor ao aprendizado e à construção coletiva de conhecimentos.

Como estratégia inclusiva de estudantes com deficiência no contexto da Faculdade Luciano Feijão, destacamos o trabalho de Atendimento Educacional Especializado oferecido aos alunos dos cursos da instituição no intuito de facilitar-lhes o processo de inclusão educacional e social, possibilitando, através da mediação social, o desenvolvimento da autonomia dos alunos no processo de construção do conhecimento, considerando suas potencialidades e limitações.
O Atendimento Educacional Especializado promove adaptações curriculares e atividades extracurriculares através da identificação das reais necessidades cognitivas e sócio-emocionais de cada aluno, respeitando-lhes os ritmos e estilos diversos de aprendizagem.

Consciente do desafio de construir uma cultura institucional inclusiva, a Faculdade Luciano Feijão conta com a participação de toda a comunidade acadêmica para contribuir na luta pela efetivação de uma Educação para todos, legitimamente mais humana, justa e democrática, unindo-se aos que consideram a convivência na diversidade como fator enriquecedor ao aprendizado e à produção coletiva de conhecimentos.
Sobral, 05 de dezembro de 2016.

De acordo com dados oriundos do Documento orientador do Programa INCLUIR- Acessibilidade na educação superior SECADI/SESu–2013, o número de matrículas de estudantes com deficiência no ensino superior aumentou de 5.078 em 2003 para 23.250 em 2011, considerando instituições de ensino superior públicas e particulares.

Mãe deixa Depoimento em Gratidão a Faculdade Luciano Feijão

Aluno faz Poema em Homenagem ao dia Internacional das Mulheres

Aluno do curso de Direito,Willian Vasconcelos faz um depoimento acerca do dia Internacional da Síndrome de down celebrado dia 21 de março

DEPOIMENTOS

  • “Hoje eu gostaria de agradecer a duas pessoas muito especiais pra minha vida, que foram a Àurea Júlia e a Doriane que me ajudaram a superar meus medos e graças a vocês estou indo cada vez melhor nessa minha caminhada acadêmica.
    Assim, falando sobre as contribuições da Doriane para a Faculdade, Ela esta sendo essencial na minha vida acadêmica e hoje estou bem mais confiante em mim mesma e agradeço as duas por tudo”.

    Amanda Moreira Carvalho

  • Aluno do 10º período do curso de Psicologia

    “Eu, Vicente Abdias Fernandes, estou terminando o curso de Psicologia pela Faculdade Luciano Feijão e me chega a oportunidade de realizar uma avaliação deste ano (2016).  Devo dizer que no início (do curso) tive uma certa dificuldade em relação à circulação nas classes (mobilidade), porém, no nono período houve um divisor de águas, porque tinha necessidade de fazer, relatórios, resumos e fichamentos dos pacientes em atendimentos em clínica (estágio na clínica-escola)”.

    Vicente Abdias Fernandes

Doriane Prado Mouta Bezerra

Psicóloga
Doriane Prado Mouta Bezerra

Psicóloga e Coordenadora do Núcleo de Acessibilidade e Inclusão da Faculdade Luciano Feijão. Responsável pelo Atendimento Educacional Especializado (AEE)