Políticas

Políticas - Extensão

Fundamentação Legal

A Reforma Universitária de 1968, Lei 5.540, tornou a Extensão obrigatória em todos os estabelecimentos de ensino superior e nas universidades, como cursos e serviços especiais estendidos à comunidade.

Em 1988 é aprovada na Constituição o princípio da indissociabilidade ensino-pesquisa-extensão.


Princípios da Extensão

O conceito de Extensão, expresso no Plano Nacional de Extensão, explicita sua práxis nos princípios da indissociabilidade e ação transformadora, com interação social e interdisciplinaridade.


Conceito de Extensão Universitária

“A Extensão Universitária é o processo educativo, cultural e científico que articula o Ensino e a Pesquisa de forma indissociável e viabiliza a relação transformadora entre a Universidade e a Sociedade”.
Fonte: PNE, novembro 1999.


Diretrizes para a Extensão Universitária são:

  • Impacto e transformação;
  • Interação dialógica;
  • Interdisciplinaridade;
  • Indissociabilidade ensino-pesquisa-extensão.
    Fonte: PNE, novembro 1999.

Principio Básico da Extensão:

De acordo com o Plano Nacional, a Extensão  possibilita a formação do profissional cidadão e se credencia, junto à sociedade, como espaço privilegiado de produção do conhecimento significativo para a superação das desigualdades sociais existentes.


Pratica da Extensão:

É importante consolidar a prática da EXTENSÃO, possibilitando a constante busca do equilíbrio entre as demandas socialmente exigidas e as inovações que surgem do trabalho acadêmico.
Fonte: PNE.


Eixos temáticos do PNE

  • Preservação e sustentabilidade do Meio Ambiente;
  • Promoção à saúde e á qualidade de vida;
  • Educação básica;
  • Desenvolvimento da cultura;
  • Transferência de tecnologias apropriadas;
  • Atenção integral à criança, adolescente e idoso;
  • Capacitação e qualidade de Recursos Humanos e de Gestores de Políticas Públicas;
  • Reforma Agrária e trabalho rural.

Objetivo Prioritário do PNE para a FLF

“Valorizar programas de EXTENSÃO interinstitucionais sob a forma de consórcios, redes ou parcerias, e as atividades voltadas para o intercâmbio e para a solidariedade LOCAL, REGIONAL, ESTADUAL, nacional e internacional”.