Psicologia

Psicologia

Apresentação

O curso de Psicologia da Faculdade Luciano Feijão estará voltado, então, à realidade econômica, social e humana que se evidencia, de forma especial, na região norte no Estado do Ceará, mas sem restringir-se a tal realidade. Consciente da necessidade de profissionais socialmente comprometidos com a produção do conhecimento atrelada à transformação social, o curso se propõe a fomentar as competências teórica, técnica e política do seu corpo docente e discente.
Nesse sentido, toma como missão:
A promoção da formação de profissionais capazes de produzir conhecimento e saberes psicológicos através do ensino, pesquisa e extensão comprometidos com as transformações da realidade social, através de sua intervenção teórico-prática, tanto no plano local como nacional.
Para a realização de sua missão o curso de Psicologia se propõe a:
• Preparar profissionais para a atuação em diversas áreas da Psicologia, enfatizando sua importância para o fortalecimento da cidadania;
• Estimular a iniciação à pesquisa e produção de conhecimento relacionadas à área da Psicologia;
• Incentivar a participação em atividades de extensão que favoreçam a inserção do estudante na práxis psicológica, efetivando, assim, a mediação entre a academia e a sociedade;
• Apoiar a iniciação à docência, através de programas de monitoria e outras atividades relacionadas, possibilitando o aprofundamento dessa prática na pós-graduação;
• Qualificar discentes para contribuir em outras áreas do conhecimento, no debate interdisciplinar.

Geral

Formar profissionais de Psicologia dentro de elevados padrões de qualidade técnico-científica em conformidade com a legislação vigente, tomando em consideração a realidade nacional e loco-regional.

Específicos

• Fornecer capacitação legal para o exercício profissional da Psicologia em conformidade com as Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Graduação em Psicologia (MEC/SESU, Resolução nº 08 do CNE de 07 de maio de 2004);
• Proporcionar formação generalista e pluralista em Psicologia, conforme Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Graduação em Psicologia (MEC/SESU, Resolução nº 08 do CNE de 07 de maio de 2004);
• Desenvolver competências para compreender, analisar e intervir crítica e fundamentadamente nos fenômenos psicossociais atrelados à promoção da saúde e cidadania;
• Desenvolver habilidades para lidar com o conhecimento de maneira crítica, criativa e diversificada, focalizada na dimensão investigativa como elemento central para o exercício profissional;
• Promover uma ação alicerçada em princípios éticos e em acordo com as diretrizes dos órgãos de classe;
• Estimular a autonomia intelectual e profissional do estudante de Psicologia.

Estrutura do Curso

Duração do Curso: 10 (dez) semestres
Turno: Noite
Carga Horária:
• Disciplinas Obrigatórias 3.200
• Disciplinas Eletivas 80
• Atividades Complementares 180
• Estágio Supervisionado 640 TOTAL: 4.100
Vagas: 100 vagas anuais
Grau: Bacharel

Ênfases curriculares de concentração e aprofundamento de estudos

O Curso de Psicologia da Faculdade Luciano Feijão busca oferecer uma sólida formação básica, generalista, que possibilite ao profissional de Psicologia inserir-se em distintos espaços de atuação profissional, dotado que deve estar da capacidade de agir crítica, fundamentada e criativamente nos novos e diferentes contextos de atuação. 32 Formação básica e generalista, no entanto, não devem descaracterizar a necessidade de organizar a formação dos futuros psicólogos em sólidas bases teórico-metodológicas compatíveis com especificidades contextuais. Por este motivo, e seguindo orientação das Novas Diretrizes Curriculares (2004), destacamos ênfases curriculares de concentração e aprofundamento de estudos. O curso de Psicologia a ser ofertado pela Faculdade Luciano Feijão passa a ser estruturado, então, em dois diferentes níveis: um núcleo comum, organizado em torno de eixos estruturantes, capaz de agrupar conhecimentos (competências, habilidades e atitudes) básicos para todo e qualquer profissional de Psicologia e compatíveis com os demais cursos de Psicologia do país; e um segundo nível, organizado em ênfases curriculares organizadas em torno de competências específicas de dois domínios de atuação profissional: as ênfases curriculares propostas são: Psicologia Clínica e da Saúde e Psicologia Social, Institucional e das Organizações. A Ênfase em Psicologia Clínica e da Saúde amplia o contexto de atuação comumente atribuído ao psicólogo clínico como profissional liberal. O psicólogo clínico formado pela Faculdade Luciano Feijão atua na área da saúde em diferentes contextos, mediante práticas que visam minimizar o sofrimento e potencializar a alegria humana contribuindo para a melhoria da qualidade de vida e a promoção da saúde, mediante a construção de sujeitos críticos, solidários e autônomos. Essa atuação se dá nos planos individual, grupal e institucional, nas perspectivas da promoção e prevenção da saúde. O profissional dessa área atua eticamente nas tarefas de estudo, diagnóstico e acompanhamento de pessoas em situações de crise ou não, quadros psicopatológicos ou nas situações cotidianas da vida, nos quais esse profissional possa contribuir para maximizar a qualidade de vida, por meio de métodos e instrumentos psicológicos consagrados ou práticas socialmente reconhecidas. A Ênfase em Psicologia Social, Institucional e das Organizações vem atender à demanda, cada vez mais premente, de subsídios teóricos e técnicos para a atuação do psicólogo em diferentes comunidades e contextos organizacionais e institucionais. Visa, também, subsidiar a criação de formas alternativas de atuação do psicólogo, como as de cunho coletivo, institucional ou mesmo preventivo e de orientação. Julgamos de fundamental importância que a ênfase Psicologia Social, Institucional e das Organizações seja subsidiada por diferentes perspectivas teórico-metodológicas, quais sejam: a que se apoia em referenciais específicos da Psicologia Social Comunitária; e a que se apoia em referenciais específicos da Análise Institucional, Psicologia Ambiental, Social, do Trabalho e das Organizações

Centro de Psicologia Aplicada – CPA

O Centro de Psicologia Aplicada – CPA é uma instância formativa complementar do Curso de Psicologia da Faculdade Luciano Feijão, prevista nas Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Graduação em Psicologia (MEC/SESU, 2004). Funcionará como centro gerenciador dos estágios profissionalizantes e treinamento profissional aos alunos de graduação, aperfeiçoamento em Psicologia; também como órgão de prestação de serviços à comunidade, organizado em torno de serviços de Psicologia Aplicada nas áreas afins às duas ênfases curriculares de domínios de atuação profissional do Curso: Psicologia Clínica e da Saúde e Psicologia Social, Institucional e das Organizações. Fica situado na Av. Diogo Gomes, s/n – Centro, Sobral-CE, tendo sua organização administrativa e seu funcionamento disciplinados pelo presente Regulamento, Normas da Instituição Faculdade Luciano Feijão, assim como, também, pela legislação pertinente à Vigilância Sanitária (RDC 302 e RDC 306). Inicia suas atividades composto por três laboratórios: Laboratório de Neurociências, Laboratório de Análise Experimental do Comportamento e Laboratório de Avaliação Psicológica; e por dois núcleos de modo a contemplar as duas grandes áreas de atuação profissional do Curso: Núcleo de Psicologia Clínica e da Saúde e Núcleo de Psicologia Social, Institucional e das Organizações. O Núcleo de Psicologia Clínica e da Saúde abrigará a Clínica-Escola, cujos serviços oferecerão condições ao aluno de aplicar, sob supervisão, as diferentes abordagens teórico-metodológicas de atendimento psicológico. Procurando, assim, assegurar a consolidação e articulação das competências estabelecidas nos âmbitos da intervenção na clínica e na saúde

Reconhecimento do curso

Portaria nº 820, de 29 de outubro de 2015 (Reconhecimento)

Missão do Curso

O curso de Psicologia da Faculdade Luciano Feijão estará voltado, então, à realidade econômica, social e humana que se evidencia, de forma especial, na região norte no Estado do Ceará, mas sem restringir-se a tal realidade. Consciente da necessidade de profissionais socialmente comprometidos com a produção do conhecimento atrelada à transformação social, o curso se propõe a fomentar as competências teórica, técnica e política do seu corpo docente e discente.

Coordenação

Márcia Skibick Araújo

Coordenadora
Márcia Skibick Araújo

Graduada em Psicologia pela Universidade Federal do Ceará. Master em Cooperação e Desenvolvimento - Universidade de Barcelona. Doutorado em Psicologia - Universidade Autônoma de Barcelona.

Georgia Maria Melo Feijão

Coordenadora Adjunta
Georgia Maria Melo Feijão

Graduação em Psicologia pela Universidade de Fortaleza.
Formação em Avaliação Psicológica e em Saúde Mental.
Especialista em Psicooncologia e em Neuropsicologia (UNICHRISTUS).
Mestra em Psicologia (UNIFOR).
Doutoranda em Psicologia (UNIFOR

Assuntos Relacionados